sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Artigo publicado na Revista Publicatio UEPG: Ciências Sociais Aplicadas, No 21 (2013)


FLUXOS IDENTITÁRIOS A PARTIR DO REFERENCIAL LINGUÍSTICO E 
INTERFACES CULTURAIS: UM ESTUDO SOBRE TRANSFORMAÇÕES E 
DESLOCAMENTOS CULTURAIS ENTRE DESCENDENTES DE ALEMÃES 
EM JOINVILLE-SC

Jailson Estevão dos Santos1
Taiza Mara Rauen Moraes2
RESUMO

No presente artigo, os focos de análise são referenciais linguísticos associados a fluxos identitários que motivaram transformações, deslocamentos e criação de mitos entre descendentes de alemães em Joinville-SC. O período investigado é o do “Estado Novo”, atrelado à campanha de nacionalização do governo Getúlio Vargas. Momento de transformações políticas e sociais que culmina na proibição do uso da língua alemã no Brasil, amplamente falada em Joinville/SC, repercutindo em mudanças identitárias pelo sufocamento linguístico e cultural. 

Palavras-chave: Identidade. Cultura. Referencial linguístico.

1 Teólogo e professor (Português e literaturas vernáculas), especialista em educação. Mestrando em Patrimônio Cultural e Sociedade: UNIVILLE – Universidade da região de Joinville. Email: jeste@ig.com.br

2 Professora titular do curso de Letras e do Mestrado - UNIVILLE – Universidade de Região de Joinville, com mestrado e doutourado em Teoria da Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina. Coordena o Comitê Proler Joinville e o Programa Institucional de Incentivo a Leitura da Univille. Desenvolve projetos de pesquisas na área de Letras e Cultura, com ênfase em Leitura em Meios Eletrônicos, Memória e Gênero. E-mail: taiza.mara@univille.br


XIII Congresso Internacional da ABRALIC


Do dia 08 a 12 de julho, ocorreu em Campina Grande - Paraíba o XIII Congresso Internacional da ABRALIC, a professora Taiza Mara Rauen Moraes participou de uma comunicação com a pesquisa Poética Tecnológica: O blog como espaço de leitura do literário

SIMPÓSIO: ENSINAR LITERATURA: AS (CON)TEXTURAS DO SABER LITERÁRIO NA CONTEMPORANEIDADE
COORDENADORES: MARTA APARECIDA GARCIA GONÇALVES e ROSANA CRISTINA ZANELATTO SANTOS


Resumo:

Contemporaneamente a leitura do literário pode ser desenvolvida em espaços  de  imbricamentos das  linguagens verbal, icônica e visual, viabilizados pela tecnologia . O blog se constitui como um espaço virtual que propicia a leitura em rede e a postagem de impressões críticas partilháveis por um grupo e simultaneamente disseminadas pela internet, rompendo as fronteiras entre espaços públicos e privados, bem como a percepção de diferentes textualidades, do texto para o hipertexto. Práticas leitoras que estabelecem várias possibilidades de diálogo do texto literário com textos visuais, jornalísticos, históricos, filosóficos tecendo enredamentos múltiplos. Desse modo, a pesquisa apresentada é uma análise de experimentos de leitura no blog www.poeticatecnologica.blogspot.com instrumento que auxilia e (re)configura o ensino de literatura propiciando o registro do movimento do sujeito como autor e receptor. As ideias foram ancoradas nos conceitos de Lévy (1997, 2003), Foucault (1992), Benjamin (1980), Bauman (2011), Santaella (2008), Darnton (2010)  e Jameson (2007), que discutem livro, leitura, literatura, autoria, ciberespaço e cibercultura.

Palavras-chave: blog; leitura; literatura.


sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Seminário Patrimônio Cultural e Herança Social

Seminário Patrimônio Cultural e Herança Social
Data: 12 a 14 de agosto (Inscrição: (47) 3461-9004 – eventos@univille.br)
Horário: 19h às 22h 
Local: Anfiteatro da Biblioteca Universitária 

Professora Dra. María Laura Gili - Professora Adjunta da Universidad Nacional de Villa María, Córdoba, Argentina. Membro do Centro de Arqueologia Histórica, Departamento de Arqueologia, Facultad de Humanidades y Artes, Universidad Nacional do Rosario, UNR. 

Mediação: Professora Dra. Taiza Mara Rauen Moraes - Mestrado Patrimônio Cultural e Sociedade e Departamento de Letras – UNIVILLE.

Questões problema
 Quais as relações existentes entre os bens culturais, o Estado e seus produtores? Os diferentes setores sociais que convergem para o Patrimônio Cultural Integral. História e patrimonialização do passado.

Objetivos
1. Abordar o patrimônio integral como problema de investigação específico das ciências sociais no contexto de produção latino americano.
2. Analisar o patrimônio integral como espaço de entrecruzamento político e da cultura, material e simbólica.
3. Refletir sobre as implicâncias éticas do estudo e da gestão das heranças sociais 

Temas
1. As distintas formas do patrimônio integral: histórico, cultural, natural, arqueológico e antropológico.
2. Patrimônio Cultural e história: o uso do passado. A herança social como memória coletiva.
3. Patrimônio cultural e educação: a formação da identidade processos de invenção de tradições, o caso da história argentina.
4. Patrimônio cultural e ética: a diversidade e o conflito.
5. Patrimônio cultural e interculturalidade.